PASTOR DA MANTIQUEIRA UMA RAÇA BRASILEIRÍSSIMA

O Pastor Mantiqueira ou “Policialzinho” com é conhecido é uma raça de trabalho brasileiríssima; possuidora de qualidades e funções reconhecidamente de grande utilidade no meio rural e pequenas cidades da serra da Mantiqueira e região da divisa de Minas e São Paulo.

Com forte instinto de trabalho com rebanho e caça o Pastor Mantiqueira é leal ao dono, territorialista e também faz guarda. É um cão de médio porte, bonitos e rústicos de saúde privilegiada devido à seleção natural, pois sobreviveu sem vacinas ou medicamentos e alimentando-se de restos de alimentos, carcaças deixadas e principalmente de aproveitamentos do leite dos retiros; deste modo houve ao longo do tempo uma seleção de animais obedientes e úteis ao ser humano; aptos ao trabalho aos quais criadores amantes da raça sempre buscou preservar e valorizar através do acasalamento dos melhores animais, e se orgulham deles esses acasalamentos escolhidos gerando assim cães com um padrão de caracteristicas desejaveis e com forte senso de rebanho que, quando adultos, tornam-se de grande utilidade; auxiliando o homem naquela região o que levou a formação da raça e valorização dos melhores cães.

O primeiro Policialzinho caipira que conheci foi em 2004 um cão do Rogerinho na cidade de Paraisópolis-MG chamado Coiote na ocasião eu precisava de um treinador de cães de pastoreio e o Rogerinho era um treinador experiente e técnico como instrutor para ministrar curso de formação de treinadores; buscando por um caminho mais curto; banquei os custos do curso de treinador de pastoreio para o “Chiquinho” um excelente treinador de cavalos Quarto de Milha de doma racional, competidor de laço de bezerro e tambor que na época treinava meus cavalos Quarto Milha para Laço de Bezerro e também cuidava dos meus primeiros cães da Raça Border Collie que tive. Voltando do curso em Paraisópolis o Chiquinho me falou dos cães de lá, botamos o pé na estrada e fomos para conhecer os cães; na época meu interesse era somente o Border Collie, então não me interessei em aprofundar no conhecimento no Policialzinho, mas em viagens a região da Serra da Mantiqueira e cidades da divisa do estado de Minas Gerais e São Paulo onde tenho bastante amizade foi tendo mais proximidade esses policialzinho região que facilmente se nota a presença desses cães nas fazendas e junto dos boiadeiros nas estradas e pastos conduzindo o gado;uma sena bonita de se ver pra quem tem uma alma sertaneja.

Também ao se parar com este povo simples do lugar sempre se tem noticias e referencias dos Policialzinho principalmente de quem tem ou que teve um policialzinho dos bons que marcou que historia; e observando como os donos gostam e valorizam seus cães e os elogios que fazem a eles como cães que buscam gado ou cavalos nos pastos e os conduzem até dentro do curral, bons de lida com rebanho ou de tirar bois alongados no mato e de conduzir rebanho na estrada além de serem bons em guardar as traia da tropa nas paradas e fazer guarda da casa mesmo sendo de médio porte; são rústico e forte, tem alta resistência, são inteligentes fáceis de ensinar, são bonitos e excelente companheiro e não requer maiores cuidados com a pelagem além da boa saúde que são possuidores que lhe garantiu resistir ao tempo.

Após o movimento do 1º Encontro do Cão Pastor da Mantiqueira no dia 4 de Outubro de 2009 que aconteceu em Maria da Fé Sul de Minas junto à Exposição Agropecuária da cidade encabeçado por vários amantes do Policialzinho entre eles Rogerinho de Paraisópolis, Leandro dos Santos, Luciano Gordo, Dorotheae Diomário Faustino Dias Barros e outros que deram um nome novo para a raça de “Pastor Mantiqueira” prestigiandoeste patrimônio da Mantiqueiraum autentico patrimônio genético Brasileiro que está fortemente ameaçado de extinção por misturas indiscriminadas com raças exóticas e que precisamos preservá-lo.

Em 2010 resolvi então entrar para a raça; e juntos levantar esta bandeira de uma raça de trabalho brasileiríssima; em setembro de 2011 com a ajuda do Amigo Zé Rubens de Gonçalves distrito de Paraisópolis adquiri alguns excelentes exemplares pinçados nas melhores origens da raça entre eles Dito Costa e Carlão (Carlos Gomes) que vem de uma tradição centenária de criar e preservar o puro policialzinho de qualidade, mesmo no berço da raça o numero de bons cães não é muito. Espero poder colaborar com valorização, preservação e oficialização da raça que ainda não tem o reconhecimento pelo órgão competente e o registro.

Nesta aquisição adquiri quatro fêmeas e um macho bem raçudos que tem tipicidade de padrão de trabalho e morfologia, sendo que uma cadela de cor azulega que comprei ficou para ser acasalada com um macho raçudo de cor preto lanudo que escolhi e veio prenhe ao Boiadeiro da qual nasceram 06 filhotes em 04/04/2012; sendo eles três casais de filhotes azulego puxados para preto que vamos disponibilizar 02 macho e 01 fêmea ao valor de R800,00 o filhote.

* Pastor Mantiqueira raça em fase de reconhecimento, ainda sem vínculos com entidades e sem o registro oficial, porém trata-se de raça brasileira de pastoreio centenária criada na Serra da Mantiqueira e que criamos com o mesmo compromisso e rigor por controle de origem e aptidão ao trabalho.

Um comentário em “PASTOR DA MANTIQUEIRA UMA RAÇA BRASILEIRÍSSIMA

  • 23 de março de 2017 em 22:50
    Permalink

    Gostaria de adiquirir um filhote de pastor da mantiqueira branco como faço?

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *